Piracicaba Cane Cutters conquistam o Bicampeonato Paulista

Uma verdadeira Dinastia foi estabelecida. A equipe piracicabana de flag football derrotou a Lusa Lions pelo placar de 22 a 20 na final do Paulista de Flag 2014 e conquistou o seu quinto título nos últimos 3 anos. A vitória, que aconteceu na casa do adversário no último domingo dia 7 de dezembro, foi repleta de emoções.

A primeira posse de bola foi da equipe da casa que começou a avançar no território piracicabano por meio de passes curtos extremamente precisos. Uma sequência de faltas de ambos os lados que consumiram grande parte do tempo do primeiro período e de avanços posteriores por parte da Lusa resultou num touchdown terrestre anotado pelo quarterback dos Lions. O troco da equipe piracicabana veio de forma fulminante com uma corrida do running back Alex que deixou todos os defensores da Lusa para trás, empatando a partida em 6 a 6.

No segundo quarto da partida a Lusa retomou a vantagem no placar através do jogo aéreo e ampliou essa vantagem para 18 a 6 por meio do jogo terrestre, após o ataque dos Cane Cutters não conseguir avançar com a posse de bola. A poucos segundos para o intervalo da partida, o quarterback André dos Cane Cutters fez uma conexão através de um passe preciso com o recebedor Righetto e anotou o segundo touchdown dos piracicabanos na partida. O próprio André anotou dois pontos extras com uma corrida e diminuiu a desvantagem, indo para o vestiário com o placar em 18 a 14 para os donos da casa.

Após o intervalo, os Cane Cutters retornaram para o terceiro quarto decididos a tomar as rédeas da final. Após alguns avanços terrestres, o jogo aéreo piracicabano foi fatal. Com o recebedor Pecorari puxando a marcação da defesa adversária, André encontrou o running back Alex livre de marcação que virou o placar para os Cane Cutters. Após nova conexão aérea para o wide receiver Pecorari, os piracicabanos viraram a partida em 22 a 18. Antes do fim do terceiro período, a Lusa avançou e chegou próximo à meta piracicabana, mas parou nas mãos do free safety Shalom, que interceptou um passe dos Lions, recuperando a posse de bola. Com as costas na parede e a poucos centímetros da própria meta, a defesa da Lusa pressionou o ataque piracicabano e forçou um erro que custou dois pontos aos Cane Cutters. O terceiro período terminou com o placar em 22 a 20 para os Piracicabanos.

O quarto e último período do campeonato começou com a equipe da Portuguesa avançando por meio de corridas, buscando virar o placar. A defesa piracicabana apareceu novamente e o free safety Lucão interceptou um passe desviado pela linha defensiva a um metro da própria meta. Novamente pressionados, os Cane Cutters tentaram avançar sem sucesso e foram obrigados a devolver a posse de bola sem pontuar. Com poucos minutos para o fim da partida, a equipe da casa administrou o tempo, avançando com certa segurança e queimando o tempo do relógio ao mesmo tempo. A estratégia era clara: anotar os pontos necessários para a virada e não deixar tempo suficiente no relógio para uma eventual reação piracicabana. A Lusa Lions chegou a dois metros da endzone piracicabana e com a bola do jogo a cinco segundos do final do jogo. O quarterback da Portuguesa correu para o lado direito e lançou um passe forte visando o seu recebedor. O free safety Leo Messias, mais rápido que o adversário, adiantou-se e interceptou a bola com o cronômetro zerado, garantindo a vitória da equipe dos Cane Cutters por 22 a 20 e a conquista do bicampeonato do Paulista de Flag.

mvp

O cornerback Saulo foi eleito o melhor jogador defensivo da final, representando o setor que interceptou três vezes o quarterback adversário.

A vitória marcou o quinto título piracicabano nos últimos três anos. Foram três títulos do interior, dois títulos paulistas e um vice estadual desde 2012. O Coordenador Técnico Marco Bucci comenta: “A Lusa Lions é uma grande equipe que merece todo o nosso respeito e valorizaram a nossa conquista. Nas três vezes que nos enfrentamos, o placar jamais teve uma diferença maior do que dois pontos, provando que eles são ossos duros de roer. Estou muito feliz com o trabalho que temos feito. Nos últimos três anos fomos derrotados apenas duas vezes e o nosso sucesso é fruto de um trabalho realizado com muita seriedade e dedicação do grupo todo. Jogar ao lado desses jogadores é motivo de orgulho”.

Os Cane Cutters passarão o final do ano comemorando o sucesso e retornarão às atividades em janeiro de 2015, quando realizarão uma seletiva para novos jogadores no dia 11.

foto_final