Piracicaba derrota São Carlos por 34 a 6

A equipe dos Cane Cutters enfrentou a equipe dos Bulldogs na casa do adversário e ampliou o recorde de vitórias consecutivas para 17.

A primeira posse de bola foi da equipe piracicabana que marcou um touchdown através de uma corrida curta do quarterback André, depois de uma série de avanços por meio dos running backs Alex e Botina.

Na posse de bola seguinte, São Carlos entrou com uma postura interessante de controlar o relógio através de um jogo terrestre e de passes curtos. Apesar de terem consumido muito tempo do relógio, eles não conseguiram avançar o suficiente e os Cutters recuperaram a posse de bola. Após alguns passes, André encontrou o tight end Zilla na meta adversária, que marcou mais um touchdown. Antes do intervalo, a equipe de São Carlos avançou, sempre controlando o relógio, e descontaram o marcador com um passe curto no meio da defesa piracicabana, encerrando o primeiro tempo em 12 a 6 a favor dos Cane Cutters.

Após o intervalo, os Cane Cutters voltaram com outra postura. O ataque passou a usar mais o jogo aéreo com passes longos para o wide receiver Righetto que aproveitou muito bem os espaços livres deixados pela marcação adversária e anotou 3 touchdowns. Estes espaços apareceram pelo fato dos Bulldogs terem se preocupado em marcar individualmente o receiver convocado pela Seleção Brasileira Thiago Pecorari, deixando o Righetto com marcação individual.

Com o placar ampliado a favor dos piracicabanos, a equipe de São Carlos tentou avançar com passes longos e acabou caindo nas mãos da defesa dos Cutters que interceptou duas bolas com os cornerbacks Saulo Souza Jr. e Júlio Libardi. No final, vitória dos Cane Cutters por 34 a 6 sobre a equipe dos Bulldogs.